Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico divulga resultado do Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica

06/06/2018 10:04

Este ano ocorreu o 15º Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). O Prêmio, que existe desde 2003, tem como principal objetivo premiar trabalhos que tenham destaque entre bolsistas de Iniciação Científica do CNPq assim como as instituições participantes do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) que contribuíram para o alcance das metas do Programa.

Há duas semanas, no dia 22 de maio, o CNPQ divulgou o resultado do Prêmio que contempla 6 nomes de diferentes instituições do país, com exceção do vencedor da categoria Mérito Institucional.

Nessa edição participaram 157 instituições (112 universidades e 45 institutos de pesquisa) e foram avaliados 377 trabalhos divididos entre as diversas áreas de conhecimento. Os vencedores receberão R$ 7 mil, bolsas de mestrado ou doutorado e passagens aéreas e hospedagem para participar da Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), a ser realizada em julho, em Maceió (AL).

Na categoria Ciências Humanas e Sociais, Letras e Artes foram premiadas Camila Maria de Oliveira – da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) – com o trabalho “A economia solidária como determinante na trajetória profissional de seus participantes: um estudo multicasos no setor de reciclagem de Uberlândia – MG” e Raira Saloméa Nascimento – da Universidade Federal de Viçosa – com o trabalho “Modelo Slow City como Tecnologia Social para a gestão municipal: O caso de Rio Doce – MG”.

Em Ciências Exatas, da Terra e Engenharias, Iago Coelho Storch – da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) – com o trabalho “Técnica de particionamento de Tiles dinâmica visando o aumento de speedup do processo de codificação de vídeos segundo o padrão HEVC” e Isabela Maria Monteiro Vieira – da Universidade Federal de Sergipe (UFS) – com o trabalho “Novas Perspectivas na Produção de Biossurfactantes”.

Na última categoria Ciências da Vida, foram premiadas Jennifer Thayanne Cavalcante de Araújo – da Universidade Federal do Amapá (UNIFAP) – com o trabalho “Avaliação da atividade anticárie de nanopartículas poliméricas carregadas com ácido anacárdico” e Ana Jéssica dos Santos Sousa – da Universidade Federal do Ceará (UFCE) – com o trabalho “Desenvolvimento e validação de aplicativo multimídia em plataforma móvel direcionado à adolescentes para prevenção de alterações posturais”.

Adaptação de Leticia Silva. O conteúdo original pode ser encontrado no site.
Tags: .